Castração e Bem-Estar Felino

Juliana Clemente Machado, Giovanne Ambrosio Ferreira, Gelson Genaro

Resumo


A castração é um procedimento cirúrgico que visa a remoção dos órgãos reprodutivo de machos e fêmeas de um animal. É uma das principais formas de controle populacional de uma espécie. Além do controle reprodutivo, a castração possuir efeitos no comportamento e na biologia do animal castrado. Um dos animais que mais vivenciam este procedimento é o gato doméstico, seja para controlar o número de animais errantes, reduzir encontros agonísticos, diminuir a área de uso, proporcionar a guarda responsável e reduzir a ocorrência de comportamentos entendidos como indesejáveis que levariam a atos como abandono e maus-tratos. De um modo geral entende-se que a prática proporciona condições para elevação do bem-estar do gato doméstico. Todavia, questionamentos éticos e clínicos sobre a sua execução e os efeitos biológicos e comportamentais são importantes. O objetivo do presente estudo portanto é discutir se a castração é defensável sob o ponto de vista do bem-estar do gato doméstico levando-se em consideração questões biológicas, comportamentais, éticas e ecológicas. 

 


Texto completo:

PDF