Alterações morfológicas do hepatopâncreas de Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) (Crustacea, Decapoda, Ocypodidae) em relação aos estádios de intermuda e pré-muda inicial

Catarina da Rocha Marcolin, César Roberto Góes Carqueija, Sibele de Oliveira Tozetto, Devanir Cândido de Oliveira, Angélica Maria Araújo Côrrea

Resumo


O objetivo deste trabalho foi caracterizar o hepatopâncreas de Ucides cordatus em relação às fases de intermuda e prémuda inicial. Foram realizadas coletas mensais durante um ano (outubro/2004 a setembro/2005) no manguezal de Saubara, BA, selecionando-se aleatoriamente vinte indivíduos por mês para dissecação do hepatopâncreas e fixação em Bouin, a 4ºC, durante doze horas e transferidos para álcool 70%, para posterior processamento da rotina histológica. Diferenças em tamanho e freqüência das células hepatopancreáticas (R, F e B) foram observadas entre as fases analisadas, com alterações morfológicas mais evidentes nas células R. As características do epitélio hepatopancreático em Ucides cordatus se assemelham às já descritas para os Decapoda e as alterações durante as fases C4 e D0 sugerem o envolvimento deste órgão na mobilização de reservas em
situações de alta demanda energética.

Texto completo:

PDF